sexta-feira, 21 de março de 2008

Construtora do estádio (?) do Corinthians tem condenação em Tocantins

Se o tão sonhado estádio dos gambás finalmente sairá do papel, não sabemos. Mas a licitação já está bem interessante:

Uma das empresas que lideram a disputa para construção do sonhado estádio do Corinthians, a Egesa Engenharia S.A. foi condenada, juntamente com mais dois funcionários públicos, a devolver R$16 milhões aos cofres públicos por causa de indícios de superfaturamento em rodovia de Tocantins. A informação foi publicada nesta sexta-feira pelo Jornal da Tarde.

Surpreendido com a notícia, o vice-presidente jurídico do Corinthians, Sérgio Alvarenga, tentou minimizar o fato, mas admitiu que o negócio terá que ser revisto.

"Temos que tomar cuidado porque hoje em dia quase todas as grandes empresas sofrem processos por conta das leis e mais leis que são criadas. Não podemos colocar no mesmo patamar a Egesa, que tem sede e presidente conhecidos e a MSI, que ninguém sabia onde ficava", disse Alvarenga ao JT

Procurada pelo jornal, a Egesa não quis se pronunciar. Na Justiça, a construtora alega que a estrada custou mais do que o previsto, pois houve crescimento no preço de tabela de alguns serviços utilizados na obra.

Do UOL Esporte


Impressionante, os gambás foram atrás de uma construtora que fosse a cara do clube. Isso é que é visão de negócios...

3 Comentários:

Anônimo disse...

A culpa é das leis, como elas atrapalham ...

Pedro Ivo disse...

Vindo do R. Tietê, não é de se espantar. Agora o que eu quero ver mesmo é o juquinha e o seu diminuto pupilo publicarem comentários sobre isso em seus respectivos blogs...

Lucho disse...

Poxa vida, mas o Corinthians só arruma sarna pra se coçar.

Tá louco!! :)

Postar um comentário

Palmeiras - O Campeão do Século XX

Cornetadas recentes

Posts mais populares

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO