terça-feira, 7 de outubro de 2008

Piada pronta...

Nem preciso comentar, basta ler a matéria do Globoesporte.com:


Bosco alega que cores não combinam, não troca uniforme e pode ser suspenso

Para Elmivan Alves Andrade, quarto árbitro, goleiro agiu de 'má vontade'

Um episódio curioso pode fazer o goleiro Bosco parar no STJD. A súmula do jogo entre Ipatinga e São Paulo relata que ele se negou a trocar de camisa e calção, apesar de um pedido do quarto árbitro, alegando que a cor não combinaria com a das meias.

Elmivan Alves Andrade, quarto árbitro do jogo apitado por Evandro Rogério Roman, relatou o episódio na súmula:

"Antes do início da partida, fui ao vestiário das equipes... / Ao solicitar ao goleiro da equipe do São Paulo que trocasse seu uniforme de cor preta (camisa, bermuda e meia) pelo uniforme de cor azul (camisa e bermuda), este disse que não iria trocar, pois não iria combinar camisa azul, calção azul e meia preta", diz o texto assinado pelo quarto árbitro.

Em outro trecho, ele reclama da postura do goleiro reserva tricolor:

"Informei (ao goleiro) que, por haver outro uniforme que o descaracterizasse dos demais jogadores e também da arbitragem, isto seria relatado e encaminhado junto a súmula. Informo ainda que foi por mera má vontade a não troca do uniforme"

A súmula será analisada pelos procuradores do STJD e Bosco pode até ser denunciado no artigo 251, que fala em desrespeitar o árbitro e seus auxiliares, o que poderia render suspensão de uma a quatro partidas. O procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, diz não se lembrar de nenhum caso parecido, mas revela que o goleiro será julgado e pode ser punido.

- Esse tipo de relato na súmula é muito raro. É difícil um jogador não seguir as orientações do árbitro. O atleta deve ser denunciado e, conseqüentemente, julgado. Não tenho como dizer se vai ou não ser punido, mas, realmente, pode pegar uma suspensão - afirma, por telefone.

Se Schmitt vê como real a chance do jogador ser punido, o mesmo não acontece com Antonio Meccia, procurador do TJD paulista. Para Meccia, é difícil o goleiro sofrer alguma punição.

- É complicado enquadrar no artigo 251. Não chegou a ser um desrespeito ao árbitro. E o goleiro atuou com a camisa, não foi punido em nenhum momento pelo árbitro - diz.


Bosco diz que não se recusou a trocar de uniforme

Procurado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, Bosco afirmou que não aconteceu nada no vestiário e que iria procurar a súmula para saber o que foi relatado.

7 Comentários:

super h c disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
super h c disse...

Sempre passo por aqui e acho legal as piadas, mas nunca postei, mas esta, qdo vi no globo esporte entrei logo aqui para falar e ja dei de cara com o post.
Como la não te roupeiro e sim Estilista o mesmo proibiu a moça de entrar com a "roupa fora da moda".
Imaginem a cena, ele fazendo biquinho e dizendo pro arbitro "Não vou assim, o Rick achou cafona e fora de moda, e eu Não vou, não vou e não vou."

ISSO É UMA BICHONA!!!!!!!

HEHEHEHEHE.....SÓ DA MOTIVO.....

VAMOS VERDÃO....

CASSIANO

Bito SP disse...

Bicha !!! Bicha !!! Bicha !!!

Fábio disse...

Esse tal de Rosco só podia ser do SPFW - O time da moda.

Rafael SEP disse...

Que frescura da porra. Quem mandou não suspenderem 'ela' no caso da pilha. Agora tem que aguentar as bambiadas dela.

Falando nisso, de onde será que ele tirou aquela pilha daquela vez, hein?

PORKITO disse...

kkkk que coisa de bambi kkkk só podia ser coisa dos tricoflores.

Anônimo disse...

Caros,

quero deixar uma sugestão para a nossa torcida tirar uma com a cara dos bambis, no jogo do próximo domingo:

é gritar em coro a frase daquele personagem do zorra total..

AHHHH, ISSO É UMA BICHONA!!!!

Imaginem elas entrando em campo e o estádio inteiro gritando. Acho que ficaria legal.

Abraços

Postar um comentário

Palmeiras - O Campeão do Século XX

Cornetadas recentes

Posts mais populares

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO